Feirão da Caixa Recife 2018 – Data, Local e Documentos

Para aqueles que ainda não sabem o Feirão da Caixa é um dos momentos mais aguardados do ano por aquelas pessoas que desejam adquirir a sua casa própria. Este é o evento mais importante do ramo imobiliário no Brasil. E você, já está preparado? O Feirão da Caixa pode ser o empurrão que você esteve esperando todo esse tempo para finalmente comprar o seu imóvel dos sonhos.

Ficou interessado e quer saber como o evento vai funcionar em Recife? Neste artigo você vai ficar por dentro das datas, local em que o evento vai acontecer, os documentos que precisam levar e os requisitos. Essas e muitas outras informações você confere a seguir!

Feirão da Caixa Recife 2018

O nome já diz tudo, basicamente, este evento trata-se de uma feira de imóveis organizada pela Caixa Econômica Federal. O Feirão ocorre uma vez por ano e passa por 14 cidades brasileiras.

O evento organizado pela Caixa possui uma estrutura gigantesca e uma infraestrutura completa para receber um grande público. O evento se tornou o mais aguardado do ano devido às inúmeras parcerias da Caixa com imobiliárias e construtoras de todo o país.

Para aquelas pessoas que estão pensando em comprar um imóvel está poder ser uma grande oportunidade. O Feirão oferece condições especiais de pagamento, além das menores taxas de juros do mercado.

Feirão da Caixa Recife 2018 Data

Como já falamos no início do artigo, ao total são 14 cidades pelas quais o feirão da Caixa visita todos os anos. Infelizmente, a Caixa não consegue contemplar todas as cidades brasileiras com este evento e por isto seleciona estrategicamente as cidades para que os moradores das cidades vizinhas consigam ter acesso ao evento.

Como em todos os anos, uma das cidades que nunca fica de fora da lista do Feirão da Caixa é a capital Recife. Sabemos que muitas pessoas estão ansiosas para saber quando o evento vai ocorrer, mas até o momento as datas ainda não foram divulgadas.

O que podemos adiantar no momento é que na edição anterior do Feirão da Caixa o evento passou por Recife na segunda quinzena do mês de maio. Normalmente a Caixa costuma seguir o mesmo calendário da edição anterior. Obviamente não é exatamente a mesma data, mas será bem próxima.

Feirão da Caixa Recife 2018 Local

O Feirão da Caixa costuma acontecer em locais amplos devido a quantidade de pessoas que são recebidas nos três dias de evento. Além disso, o evento precisa acontecer em locais de fácil acesso já que a Caixa não consegue atender todas as cidades brasileiras. Desta forma, as pessoas que moram em cidades vizinhas ou até mesmo do mesmo estado podem participar do evento também.

É bem improvável que o local do evento seja alterado. A Caixa costuma seguir sempre o mesmo padrão até mesmo o mesmo local. Na edição de 2017 do Feirão em Fortaleza o evento ocorreu no Shopping Rio Mar – Estacionamento D5, que fica localizado na Avenida República do Líbano, 251, no bairro Pina.

Feirão da Caixa Recife 2018 Documentos

Um dos maiores diferenciais do Feirão da Caixa é que qualquer pessoa pode participar do evento e o melhor, sem precisar pagar nenhum valor para isso. Porém, se você vai participar do evento e já deseja sair de lá com um imóvel no seu nome fique sabendo que existe uma série de documentos que devem ser apresentados para que você consiga efetuar a compra. É importante ressaltar que você apresente tanto os originais quanto as cópias.

Para te ajudar nessa tarefa de separação de documentos, elaboramos uma listagem de documentos que você vai precisar apresentar no ato da compra e fechamento de contrato. Veja quais são:

  1. Documento de identidade com foto;
  2. CPF – Cadastro de Pessoas Físicas (se não constar no documento de identidade);
  3. Contas de água, luz ou telefone;
  4. Contas de condomínio e aluguel (se for o caso);
  5. Comprovante de renda;
  6. Comprovante de estado civil.

Feirão da Caixa Recife 2018 Requisitos

Se você deseja adquirir um imóvel no Feirão da Caixa 2018 fique sabendo que existem alguns requisitos que você precisa preencher. Confira quais são:

  • Ter renda mínima de até três salários-mínimos;
  • Não ter recebido nenhum tipo de benefício de habitação social do Governo;
  • Não ser dono de outro imóvel e
  • Não ter nenhum financiamento em andamento de outro imóvel seu nome.